Tendência que veio para ficar: casais buscam cerimônias ao ar livre


Fotos: Rafael Araújo/Divulgação


O que era tendência se transformou numa das maneiras mais procuradas de se realizar uma cerimônia de casamento: ao ar livre. Não apenas por causa das melhores possibilidades de fotos e vídeos, mas, sobretudo, em razão da pandemia do coronavírus, que potencializou essa escolha. Os noivos têm buscado, cada vez mais, organizar a cerimônia em ambientes abertos, a fim de possibilitar uma segurança maior aos convidados. No Tsuru Centro de Eventos, que já tem esse espaço desde a inauguração, há cinco anos, a procura também cresceu.


“As pessoas já procuravam realizar a cerimônia de casamento ao ar livre como uma alternativa para fotos e vídeos. Com o avanço da pandemia do coronavírus, isso se transformou numa tendência de quem queria oferecer aos convidados uma segurança sanitária”, ressalta Renan Loureiro, gestor do Tsuru Centro de Eventos. De acordo com ele, até mesmo no ambiente interno, onde é realizada a festa, é possível configurar de uma maneira que respeite o distanciamento social, já que o local tem uma área construída de 1,2 mil metros quadrados.

Um dos aspectos importantes que deve ser levado em conta na hora de realizar uma cerimônia de casamento ao ar livre é o uso de luzes. Dependendo do horário, do dia e da maneira como estiver posicionado o sol, é possível usar a luz natural, que gera efeitos bem diferentes. Entretanto, quando a cerimônia é marcada no fim do dia e início da noite, o uso de luzes é essencial, inclusive podendo transforma-las em parte da decoração. “A cerimônia ao ar livre traz muitas possiblidades de luz, decoração e itens, desde um leque para espantar o calor até uma sombrinha para fugir do sol, assim como o uso de chapéus e outros acessórios”, diz Renan.


Essa tendência, conforme o gestor do Tsuru, tem mexido com o setor de roupas para festas e com a moda, de um modo geral, além de fornecedores de decoração e flores. Assim como tem levado fotógrafos e videomakers a se atualizarem quanto ao registro de imagens por conta da iluminação. “É uma tendência que veio para ficar e abre um leque de possibilidades no setor de festas e eventos”, ressalta Renan.