Por que maio é o mês das noivas?

Maio está chegando e, com ele, a temporada de casamentos. É que o mês é considerado especial para as noivas e, por isso, a mística em torno dele o faz queridinho entre os casais. Certo? Nem tanto assim. Muitas noivas têm preferido se casar em outros meses justamente para fugir da euforia de maio, garantir melhores preços e até a agenda de fornecedores. Mas, por que essa época ficou marcada como sendo especial para as noivas?


“Existem duas hipóteses que fazem com que maio seja considerado o mês das noivas. Uma delas diz respeito à chegada da primavera e a outra é por conta das tradições católicas”, explica Renan Loureiro, gestor do Tsuru Centro de Eventos. De acordo com ele, no hemisfério norte do mundo, maio é quando começa a primavera, estação colorida e de muitas flores. Então, por lá muitos casais resolvem se casar. Entretanto, no Brasil, é outono. Mas, o costume foi importado.

(Foto: Pixabay)


Por outro lado, pode ser também uma influência da Igreja Católica. “Maio é considerado o mês de Maria, a mãe de Jesus, e, também por isso, é em maio que se comemora o Dia das Mães”, diz Renan. Por associação feminina, também atribuiu-se o mês às noivas. “Dizem que traz boa sorte para a mulher que se casa em maio”, afirma. Hoje em dia, no entanto, muitos casais tem preferido se casar em outros meses: setembro e dezembro estão entre os mais escolhidos.


Setembro, conforme Renan, por conta de ser o início da primavera no Brasil. É quando a estação está com clima mais ensolarado e fresco, além de haver oferta muito grande de flores. Por outro lado, em dezembro, os noivos optam por uma questão prática. “É nessa época que os casais aproveitam o 13º salário para pagar a festa e as férias coletivas para viajarem em lua de mel”, ressalta Renan. Para ele, no entanto, é preciso planejamento. “Existem muitas festas e eventos corporativos nessa época e muitos fornecedores podem não ter agenda. É preciso se programar para não faltarem serviços e produtos.”