Os eventos voltaram: quais os desafios após a retomada?

Depois de quase dois anos parado e ser um dos mais atingidos com a pandemia do coronavírus, o setor de eventos empreende uma retomada total e segura das atividades. Já é possível ver e participar de festas, casamentos, reuniões corporativas, entre outros, com a presença do público. Entretanto, mesmo assim, será necessário enfrentar alguns desafios daqui para frente e implantar medidas que vieram para ficar. Renan Loureiro, gestor do Tsuru Centro de Eventos, separou três desses aspectos importantes que devem ser levados em conta na hora de marcar um evento.

Toten com álcool em gel é item disponível no Tsuru Centro de Eventos


1- Para diminuir o contato humano, os eventos podem adotar um controle de acesso feito eletronicamente, por QR Code. Isso, inclusive, facilita o trabalho dos organizadores, que podem pedir a confirmação eletrônica que gera um código que deve ser apresentado na entrada de acesso do evento. Ninguém mais precisa imprimir convite e ter contato físico com os recepcionistas


2- A fim de garantir segurança sanitária no evento, mesmo quando deixar de ser obrigatório, pode ser importante exigir a comprovação de testagem negativa para a Covid-19, além da obrigatoriedade de apresentação do passaporte vacinal, com a comprovação de imunização. Dentro do evento, alguns hábitos podem ser mantidos: uso de máscaras quando não estiver comendo ou bebendo, uso de luvas plásticas na hora de se servir e disponibilização de álcool em gel em pontos estratégicos, como nas mesas.


3- O modelo virtual veio para ficar. Se, antes, os eventos eram totalmente presenciais, na pandemia, transformaram-se em totalmente online. Entretanto, com a retomada, é possível que um complemente o outro e tenhamos eventos híbridos, principalmente, quando for corporativo ou empresarial. É possível e as pessoas já se habituaram à presença da tecnologia nesse sentido.